Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miss Messy

Miss Messy

Apelo ao Calor

 

Querido calor,

 

Escrevo-te com profunda tristeza porque no fundo, sei que a culpa não é tua mas tenho de te pedir que vás embora. Sempre ansiei com a tua chegada e sempre desejei que ficasses o máximo de tempo possível por este nosso querido país à beira mar plantado, mas hoje, percebi que este país não tem capacidade para que cá fiques por muito tempo - na verdade, começo a achar que não tem capacidade para nada.

 Bem sei que a culpa não é só tua e que a mão criminosa que por aí anda se apodera do teu maior esplendor para mergulhar o nosso pequeno Portugal em chamas, mas por isso é que te peço que vás embora. Somos pequeninos, mas o teu calor - ou quem se aproveita dele - tem-nos trazido tragédias muito grandes. Pede à tua amiga chuva que venha e descarregue sobre o nosso continente a tão preciosa água de que precisamos para apagar estes incêndios e alimentar esta nossa terra já tão seca e desnutrida.

Vou sentir a tua falta, mas preciso mesmo que vás. Quando apareces em força, os desastres acontecem e o nosso governo não sabe como lidar com isso. Não sabe ou não quer saber. Ou investe onde não deve. Não sei. Não me apetece falar sobre isso, porque me revolta.

Espero que esta carta seja uma despedida e que amanhã já não estejas por cá.

Não fiques triste, voltaremos a ver-nos para o ano caso a Administração Interna já tenha capacidade de Liderança e o SIRESP se tenha modernizado - entre outras tantas coisas de que precisamos para te voltar a ver. Se até lá continuar tudo como está então não apareças no teu esplendor. Vai espreitando, mas nada mais do que isso.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.